queimaduras

A queimadura é uma lesão dos tecidos orgânicos, com destruição do revestimento epitelial, a partir de um agente externo.

Ela pode ser dividida de acordo com sua etiologia em queimaduras térmicas, elétricas, química ou por radiação ionizante, dependendo do agente agressor.

No brasil, o tipo de queimadura mais frequente é a térmica, acometendo principalmente crianças, sendo que a principal medida para reduzir sua morbidade é a prevenção.

As queimaduras podem ser classificadas, de acordo com o acometimento das camadas da pele em graus:

As queimaduras de primeiro grau acometem somente a epiderme, camada mais superficial da pele. Ocorre reepitelização total em 3 a 6 dias, sem cicatriz. O exemplo mais comum são as queimaduras solares.

As queimaduras de segundo grau acometem a epiderme e parte da derme, poupando os anexos cutâneos responsáveis pela reepitelização. Podem ser divididas em superficial e profunda. São geralmente dolorosas e caracterizam-se pela presença de bolhas. As superficiais reepitelizam sem sequelas em até 2 semanas. As profundas podem cicatrizar mais lentamente, mas geralmente deixam cicatrizes com resultados estéticos não satisfatórios.

As queimaduras de terceiro grau são profundas, acometendo toda espessura da pele. Não são dolorosas e não reepitelizam. São as lesões mais graves deixando sequelas deformantes.

O tratamento de uma queimadura na fase aguda implica quase sempre em estabilização dos sinais vitais, hidratação, analgesia, suporte nutricional, cuidados com a ferida, tais como debridamento de tecidos desvitalizados, antibióticos tópicos e curativos. Enfocamos também o tratamento de complicações e o apoio psicológico, fundamental neste momento.

Em fases mais tardias do tratamento utilizamos inúmeras técnicas cirúrgicas para restaurar as áreas queimadas e suas sequelas. Podemos destacar por exemplo a utilização de enxertos de pele e de retalhos locais e a distância. Também é de fundamental importância nas fases mais tardias do tratamento a reabilitação funcional do paciente e até mesmo a melhora estética.

O tratamento das queimaduras é um trabalho árduo e complicado, exigindo muita dedicação e competência do especialista. Os resultados finais do tratamento podem levar vários meses até mesmo anos para se tornarem aparentes. Em alguns casos são necessários múltiplos procedimentos para atingirmos um resultado satisfatório. Infelizmente em alguns pacientes podemos ter sequelas como retrações cicatrizais ou outras alterações funcionais, que exigiram cuidados ainda maiores.